Sobre conversas sinceras...

sexta-feira, 2 de julho de 2010
Às vezes, isso é tudo de que precisamos. Aquela conversa que abre os nossos olhos, confirma o que sempre imaginamos, nos revela sentimentos. Uma conversa sincera que venha pra colocar pontos nos i's, lavar e até estender aquela velha roupa suja, agora já limpa.
Não é fácil quando ela demora. A gente pensa, manda indiretas, remói histórias e sentimentos não tão agradáveis. Perde tempo ensaiando, imaginando, pensando no que dizer, no que espera ouvir.
Não seria tudo mais fácil se a outra pessoa baixasse a guarda e finalmente viesse conversar? E quando somos nós que nos colocamos nessa posição e não tentamos? Afinal, não podemos nos rebaixar. Não é nossa culpa, é só que precisamos preservar nosso orgulho, nossa dignidade.
Depois que a conversa acontece, o alívio vem naturalmente. Muitas vezes, percebemos que o tal assunto que demorou tanto tempo pra ser abordado, teria sido resolvido tão mais facilmente se aquela conversa tivesse acontecido logo. Ou que um sentimento ruim que se tornou tão forte poderia nem sequer ter existido se estivéssemos dispostos a conversar a respeito.
Sem conversas sinceras, nossos relacionamentos sofrem, e correm um enorme risco de se perderem em meio a palavras nunca ditas. Não dá pra simplesmente adivinhar o que o outro está pensando, e nem sempre conseguimos explicar nossos pensamentos sem usar palavras. Se abrir pode ser arriscado e doloroso, mas também pode ser essencial pra continuidade de um relacionamento que prezamos.

3 comentário(s):

  1. Duka disse...:

    falou tudo, Nine.. a gente sempre tem medo de se arriscar, pensando em todas as possibilidades que podem ocorrer! já passei por situações assim. todos já passamos.

    bgs.

  1. Tata disse...:

    Ahhh essas conversas...
    Falamos o que não queremos,ouvimos o que não queremos,mas depois que ela acontece vemos é o que mais queríamos...
    Elas fazem parte de nós,não hpa como sustentar algo sem que haja essa conversa pelo menos uma vez na vida...
    Elas são necessárias sim...e é engraçada a forma que ela se dá...rs

    bjooss

  1. Pathy disse...:

    Relmente seria bem mais fácil se todo mundo agisse assim.
    Vc é boa nisso.