Sobre não saber...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Não sei mais até que ponto conversar é importante. Não consigo mais definir em que momento o mais adequado é calar. Desaprendi a identificar quando é melhor parar de insistir. O que é realmente necessário, afinal? Será que dizer o que se pensa vai mesmo servir pra alguma coisa, vai mudar alguma coisa?
 
Hoje eu não tenho nenhuma resposta. Hoje são só perguntas.

1 comentário(s):

  1. André disse...:

    eu gosto de perguntas! elas representam nossa inquietação diante das circunstâncias... elas demonstram que não estamos acomodados... pelo menos questionamos as situações... só posso te dizer uma coisa: hoje eu acredito que calar trás muito mais vantagens!
    beijo amore... bom ver vc aqui no blog novamente!!! ;)