Da saudade...

domingo, 4 de outubro de 2009
Todos nós já sentimos saudades de alguém, ou de algo, né? Todo mundo já sofreu calado, sofreu chorando ou sofreu gritando. Todo mundo já sofreu da dor da saudade, em algum momento. Alguns de nós convive com ela há tanto tempo, que já nem sabe como é viver sem saudade. A gente se pergunta: "E isso existe?" Eu confesso que me pergunto se existe alguém no mundo que pode ler essas linhas e dizer: "ahh, eu não tenho saudade de nada". Que pessoa privilegiada! Que Graça seria ter na vida o tipo de sentimento de quem não sente falta de coisa alguma. Aquela falta de quem nunca esteve perto... aquela falta de quem passou tanto tempo perto, e agora tem que lidar com a tristeza de viver longe... e a falta de quem teve tão pouco, mas numa intensidade tanta, que se pergunta como foi capaz de viver sem aquilo por tanto tempo. São as pessoas, a época, o momento, a sensação. As coisas que a gente precisa aprender a viver sem. Mas a gente luta, esperneia, procura um jeito, se permite ter esperança. Porque por menos, ou nada, que se tenha tido, você sabe, eu sei, a gente sabe: Vale a pena ter esperança. Vale a pena esperar, de novo, por aquele momento, aquela época, aquela sensação, aquelas pessoas.
E quantas vezes for preciso, independente do que vier, eu vou esperar. E esperar com a certeza de que as coisas finalmente serão como sempre deveriam ter sido. De que aquelas faltas, pouco a pouco, vão acabar.

Eclesiastes 3.1-8
"Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar; tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar; tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora; tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz."

7 comentário(s):

  1. Pathy disse...:

    A saudade anda de mãos dadas com o esperar...Me parece que nem sempre conseguimos aceitar as duas coisas...
    Versículos altamente propícios...

    Lindo post.

  1. Glênio de Castro disse...:

    Graças a sensação de saudade é que podemos experimentar a espectativa do novo. Viver o igual já não nos pertence. Somos uma mutação diária. Olhemos a saudade por um novo viés...
    Vamos na direção do Sol.

  1. Anônimo disse...:

    Amiga, não esqueci de vc e doi quanto és importante pra mim, as circunstâncias da minha vida fizeram a saudade habitar em meu coração, mas Deus está no controle de tudo, um dia te conto como foi esse capítulo longo e dolorido da minha vida e tenha certeza que tudo colaborou para o meu bem, pois amo ao Senhor!

    com muita saudade que não tem exp0licação, Linda

  1. André disse...:

    Eu não sei bem como explicar, mas gosto de sentir saudade... É bom sentir o coração apertar por alguém! É bom poder saber que tem de quem sentir falta... Aumenta a expectativa do reencontro... Aumenta o amor... Muitas vezes é preciso estar longe para sentir saudade e assim valorizar... Gosto de sentir saudade por que sinto saudade daquilo que eu amo! =D

    saudade de vc!

    =*

  1. Nine disse...:

    Andy,

    entendo o que você diz. Óbvio que prefiro ter vivido o que vivi, ou ter algo do que sentir saudade. É quase uma relação de amor e ódio que tenho com tanta saudade. Ruim com ela, pior sem ter do que sentir saudades.
    Xero, saudades enormes de vc!

    Linda,
    você quer me matar de saudade? Você é parte de tanto sentimento, mas fico feliz que esteja bem.
    Amo você!

  1. Leandro Neri disse...:

    Cara! Me senti muito "sem coração" agora... rsrsrs

    Não consigo me lembrar de alguma saudade tão desesperada como as que vc citou... Essas de gritar ou chorar... O_o... Ou até mesmo saudade calada...

    Sei lá... Saudade dá e passa... rsrs

    As únicas de que me lebro agora são saudades boas... nenhuma como uma dor ou sofrer... rsrs

    O_o

  1. Nine disse...:

    Leandro,

    fico feliz por vc, mesmo, haha