Um post sobre muitas coisas...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009
Sabe quando você percebe as coisas mudando? Quando você se pega olhando pras mesmas coisas de sempre, e o sentimento é totalmente diferente? E aí você não consegue imaginar de que forma o que parecia tão importante passou a ficar em segundo, terceiro plano. Você não faz mais esforços inúteis. Você não tem mais fé em certas coisas. Não espera tudo o que esperava antes. E você começa a pensar há quanto tempo isso vem acontecendo. Será que é recente? Será que já há algum tempo as coisas vem caminhando assim, mas você não tinha parado pra olhar pra elas, pra notar o que mudou? E o que mudou? Foram as coisas ou foi apenas você? Ou uma mistura de tudo isso. Você cresceu, ou você regrediu, mas de alguma forma, os sentimentos são outros, o olhar é outro, e as coisas se tornam outras. Os significados. O que tudo isso quer dizer? Você se sente velho, olhando pras coisas como se elas fossem um passado antigo. Um jovem olhando o mundo adolescente. “Será que eu pensava assim também? Será que eu era tão infantil?” E as coisas que você jurou jamais fazer? Nunca ser como seus pais, nunca pensar como eles. Nunca ter filhos. “Não. Eu nunca vou fazer algo assim.” Você olhou uma vez e tudo parecia perfeito. Olhando agora, nunca foi tão terrível, um caos estabelecido desde sempre. E só você nunca notou. Você se perde naquilo que sobrou. O que você dava por certo, agora um mar de incertezas, inundando sua vida, sua mente - seu futuro, quem sabe? Onde você deveria estar agora? E pra onde você vai se ainda não chegou a lugar nenhum? Como você sabe se chegou, se nem sabe onde está? Tantas dúvidas. Do que abrir mão? “Eu preciso mesmo abrir mão?” Quantas vezes você julgou estar tudo bem. Talvez, lá no fundo, você soubesse sempre, desde o começo, que nada estava no lugar certo, que nada estava bem. Mas você pensou tão sério nisso, com tanta vontade. E você se fez crer. Você disse isso tão alto, tantas vezes, que você mesmo passou a acreditar. Então porque não durou pra sempre? Não pra sempre. Um dia tudo acaba. De um jeito ou de outro, as fases vem e mudam as coisas. Elas vem e mudam você. Mudam seu foco, sua perspectiva, mudam seu endereço. Mas você é isso. Você é exatamente essa pessoa. Mudando o tempo todo, procurando descobrir algo maior a respeito de si mesmo. Tentando encontrar mais do que inconstância. No fundo, você acha que não mudar seria melhor. No fundo, acha que seria mais tranqüilo se conservasse suas opiniões, suas preferências, seus sentimentos. Mas, talvez bem mais fundo você saiba que há muito mais se você apenas se permitir ser você, e experimentar o novo, a mudança, o inesperado. Talvez seja melhor se você parar de se preocupar com o que não sabe, e apenas se alegrar com a possibilidade de conhecer o infinito. O infinito nas pessoas, e principalmente, o infinito em você. Porque, independente de onde se começa a procurar, cada um de nós é apenas mais uma janela para o infinito. Compreender isso pode ser uma forma de exigir menos de si mesmo, e também dos outros. As coisas mudam, e esse é um ciclo que nunca acaba. A vida nos dá apenas um hiato entre uma coisa e outra.

5 comentário(s):

  1. Pathy disse...:

    Texto escrito por Patrícia Cardoso de Lira.

  1. André disse...:

    Muitas coisas refletindo milhares de coisas... Sei bem como é se sentir exatamente desse jeito... E ver o tempo passar e não se reconhecer mais nas coisas que te erm tão próprias... Tudo muda rápido demais... Só esperamos não ficar parados tempo demais em um mesmo lugar ou caminhar demais a ermo... E perdermos completamente o foco... Torço por vc meu anjo... Sempre... E espero que no meio dessas muitas coisas... Nossas vidas possam sempre se esbarrar... E um dia, que elas se encontrem pessoalmente...
    Maravilhoso post!

    Bjo e um lindo dia!

  1. Ola Aline!

    Estou passeando na net para conhecer blogs cristãos, saber o que o povo está buscando e falando... E para divulgar meu blog, o Genizah.

    Muito legal o trabalho que vocês fazem aqui! Parabéns.

    Vou seguir vocês e espero pela oportunidade daquela troca de irmão em Cristo aqui ou no meu blog, se você me der a honra e prazer da visita.

    Genizah é um blog de apologética cristã com uma boa dose de humor. Nosso time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

    Espero que goste. Paz e Bem!

    Danilo


    http://www.genizahvirtual.com/

  1. Dauryda disse...:

    Texto mais que perfeito. Tudo o que estava pensando [entenda-se passando] amiga. Mas é tão complicado. Valeu pelas palavras!
    Parabéns pelo post!

    :]

  1. Leandro Neri disse...:

    Muito bom, Nine!

    Só uma sugestão (ou pedido!): Divide em parágrafos da próxima vez... rsrsrs Fica mais fácil pra ler! hehe

    Mas enfim... Vc quem sabe! xD

    Texto muito muito difícil!! E sobre muitas coisas!! Acho que tô numa fase de tentar descomplicar as coisas! Ao menos tento... =]

    Mas me identifiquei com vários pontos! Tipo o: "Será que eu tbm era assim?"

    Mas eu gosto quando percebo que mudei! Me sinto bem com isso!